Tarte Cheesecake de Framboesas

IMG_1434

O Verão pede sobremesas leves e frescas e, se possível, com fruta. Quando há coisas mais divertidas para fazer do que passar horas e horas na cozinha, é tempo de aproveitar os ingredientes frescos e as ideias simples que os transformam em divertidos e doces momentos à mesa.

Um dos frutos que mais aprecio, talvez pela sua raridade por estas bandas, é a framboesa. Não é há muitos anos que as conheço, mas sempre nutri por elas um enorme carinho. A sua perfeita pequenez, o sabor ácido e doce e a forma como se desfazem na boca, são para mim motivos mais que suficientes para as adorar. Isto para não falar no quão bem elas nos fazem!… 😉

O único senão é, sem dúvida alguma, o preço. Por isso, e entrando na minha nova onda “hortícola”, é óbvio que tive de plantar uns quantos pés de framboesas no quintal. No bom espírito de vizinhança, a D. C deu-me carinhosamente quatro pés de framboesas que, tendo em conta o terrível tempo que esteve, já me presentearam com algumas belas framboesas. Mas, a D. C não só me deu as framboeseiras, como também me deixou apanhar umas quantas no quintal dela! 😀 É por isto que é bom viver aqui, onde ainda conhecemos os vizinhos e onde a generosidade é tanta! ❤

Assim, e como tinha de arranjar um rápido destino para estas framboesas super docinhas, surgiu esta Tarte Cheesecake de Framboesas, uma sobremesa a que quebrou as regras e foi feita e devorada a meio da semana! (Porque a fruta não se rege pelos calendários das dietas que só podem ser quebradas ao fim-de-semana – e porque amanhã já é sábado, o que poderá significar mais uma tarte ou um bolinho!)

IMG_1441

IMG_1431
Tarte Cheesecake de Framboesas
Ingredientes:
Base
  • 250  g de bolachas de aveia
  • 1 c. de sopa de cacau em pó
  • 80 g de manteiga
Recheio
  • 200 g de queijo tipo Philadelphia
  • 80 g de açúcar (dividido)
  • 200 mL de natas para bater
  • raspa de 1 limão
  • framboesas, a gosto
Preparação:
  1. Para a base. Esmigalhar as bolachas de aveia até que fiquem reduzidas a pequenos pedaços ou mesmo a quase um pó. Juntar a colher de sopa de cacau e misturar com cuidado. Adicionar a manteiga, que deve estar derretida, às bolachas trituradas e envolver bem, de modo a que fique uma pasta homogénea.
  2. Forrar o fundo amovível de uma tarteira com papel vegetal. Espalhar a mistura de bolacha uniformemente na tarteira, de modo a que a camada de bolacha tenha uma altura igual ao longo de toda a superfície (incluindo as laterais). Colocar a base da tarte do frigorífico durante pelo menos 2 horas, de modo a que solidifique.
  3. Quando a base da tarte estiver sólida, desenformar cuidadosamente e voltar a enformar. Este passo serve para descolar a base da tarte da tarteira, de modo a que seja mais fácil desenformar a tarte na altura de servir. Colocar de novo no frigorífico.
  4. Para o recheio. Bater o queijo Philadelphia (que deve estar à temperatura ambiente) até ficar fofo e suave. Juntar metade do açúcar e a raspa de limão e bater até que já não se sintam os cristais de açúcar. Numa taça à parte, bater as natas (que devem estar bem frias) em castelo. Quando as natas começarem a subir, juntar o resto do açúcar. Bater até que as natas fiquem em chantilly. De seguida, juntar metade do chantilly ao queijo e envolver cuidadosamente. Juntar o chantilly restante e envolver tudo. Se necessário, bater uns segundos (não mais) com a batedeira para envolver tudo.
  5. Colocar o recheio na base e decorar a gosto com framboesas. Colocar novamente no frigorífico, até à hora de servir.

Ana Fernandes ❤ ❤ ❤

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s