Tartes Merengadas de Limão

IMG_1109IMG_1126

Lemon lovers, here we reunite again. Que é como quem diz, amantes do cítrico limão, aqui nos reunimos novamente. Esta é mais uma sobremesa digna dos verdadeiros discípulos do sabor a limão.

Frescas e ácidas, assim se podem descrever estas mini-tartes de limão. E porque tudo o que é pequenino é mais bonitos, estas tartes são super fofinhas, uma autêntica cuteness overload 😀 (não me perguntem porquê, mas adoro esta expressão!). Não vos consigo dizer qual é a minha parte preferida, se a base crocante e amanteigada, se o creme suave e docemente ácido, ou se o merengue doce, fofo e brilhante.

IMG_1140IMG_1112IMG_1135

São três camadas de sabores e aromas diferentes, cada um deles a invocar sensações e prazeres únicos.

Tartes de Limão Merengadas (dá para 4 tarteletes) (receita adaptada da La Dolce Rita)
Ingredientes:

Para a massa:

  • 125 g de farinha sem fermento
  • 75 g de manteiga (à temperatura ambiente)
  • 50 g de açúcar
  • 1 ovo pequeno (à temperatura ambiente)

Para o lemon curd:

  • Sumo e raspa de 2 limões grandes
  • 3 ovos
  • 150 g de açúcar
  • 60 g de manteiga (fria cortada em cubos)

Para o merengue italiano:

  • 2 claras (+/- 80 mL de claras)
  • 120 g de açúcar
  • 40 mL de água
Preparação:
  1. Para a massa. Bater a manteiga com o açúcar até ter um aspeto cremoso. Juntar o ovo e incorporar tudo. Por fim, adicionar a farinha e mexer com uma colher de pau ou com as mãos até a farinha estar toda incorporada e com uma textura uniforme (não é necessário amassar a massa). Envolver a massa em película aderente e levar a massa ao frigorífico durante pelo menos 2 horas (ou, para ser mais rápido, ao congelador).
  2. Para a lemon curd. Bater os ovos, o açúcar, a raspa e o sumo de limão. Levar em banho-maria ao lume, mexendo sempre até engrossar. A mistura deve ficar espessa o suficiente para cobrir as costas de uma colher, mas não deve chegar a ferver para não talhar. Adicionar a manteiga, fria e em pedaços, e mexer até a manteiga derreter por completo e estar toda incorporada no creme. Retirar do lume e passar por um passador de modo a retirar as raspas de limão. Colocar no frigorífico com película aderente colada à superfície até estar completamente fria.
  3. Para o merengue italiano. Levar ao lume o açúcar e os 40 mL de água até atingir o ponto de bola mole (ver vídeo dos pontos de açúcar da La Dolce Rita – quando se deita um pouco do açúcar no copo com água fria, o açúcar forma uma bola moldável com as mãos). Desligar imediatamente o lume e, enquanto a calda para de borbulhar, começar a bater as claras até estarem espumosas. Verter a calda de açúcar sobre as claras, pouco a pouco e num fio fino, batendo sempre a uma velocidade baixa. De seguida, aumentar a velocidade e bater até o merengue ficar frio, volumoso, firme e brilhante. Guardar no frigorífico até voltar a ser necessário.
  4. Para fazer as tarteletes. Esticar a massa com um rolo sobre uma superfície polvilhada com farinha, com cerca de 0,5 cm de espessura. Forrar as forminhas com pedaços de massa, ajustando com os dedos e cortando o excedente com uma faca. Caso não consiga esticar a massa (o que me aconteceu), colocar um quarto da massa em cada forminha e, com os dedos, forrar a forma. Se a massa estiver muito mole, colocar uns minutos no congelador para que fique mais rija. Picar e colocar um quadrado de papel vegetal para encher com arroz. Levar ao forno pré-aquecido a 180 °C, durante cerca de 7-10 minutos até estarem cozidas mas ainda muito clarinhas. Deixar arrefecer e, caso se aplique, retirar o arroz e o papel vegetal. Caso não pretenda utilizar arroz (que depois fica inutilizado), levar as tarteletes ao congelador até que a massa fique congelada. Retirar do congelador e colocar imediatamente no forno – o choque de temperatura fará com que as tarteletes mantenham a sua forma.
  5. Encher as forminhas com a lemon curd (já frio e espesso) e voltar a colocar no forno durante mais 4-5 minutos, de forma a ganhar uma película e alguma consistência. Retirar do forno e deixar arrefecer, e só depois desenformar.
  6. Depois de completamente frias, colocar o merengue num saco pasteleiro e decorar as tarteletes. Outra opção é simplesmente colocar colheradas de merengue e alisar com uma espátula. Queimar com um maçarico e levar ao frio até à hora de comer.

Ana Fernandes ❤ ❤ ❤

Advertisements

One thought on “Tartes Merengadas de Limão

  1. Ana,
    Tarte de limão merengada é a minha tarte preferida de sempre e para sempre e estas, pequeninas, lindas e perfeitas, são uma delícia para os olhos e, com certeza, para o palato.
    Um beijinho,
    Lia

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s