Babka de Chocolate (a minha versão de Bolo-Rei de Chocolate)

Estamos oficialmente em modo Natal cá em casa. Os preparativos na cozinha começam a pouco e pouco. As receitas já estão quase todas definidas e já há massa de bolachas à espera de ser moldada. Lá pelo meio, ou seja, hoje!, é também o aniversário da minha irmã, uma das pessoas mais importantes da minha vida. Como podem imaginar, doces é coisa que não falta!

IMG_9478

O Bolo mais famoso desta época é, sem dúvida alguma, o Bolo-Rei. Apesar de não ser o meu favorito, gosto sempre de comer um pouco, quanto mais não seja para manter a tradição. E, se é para comer Bolo-Rei, ao menos que seja um bom! 😀 Não gosto nada dos de supermercado, e prefiro comer uma só fatia de um bom Bolo-Rei de pastelaria do que muitas dos outros.

Outra coisa que está agora muito em voga é o Bolo-Rei de Chocolate. E o problema repete-se: ainda não houve nenhum que me convencesse por completo, ou são muito secos, ou o chocolate não é de boa qualidade… Enfim. Para além de que, como diz a minha mãe, Bolo-Rei só há um, o típico, com frutas cristalizadas e frutos secos! 😉

IMG_9460

Por isso, nada melhor que procurar uma receita que substitua o Bolo-Rei de Chocolate. Encontrei a resposta nesta Babka de Chocolate. A babka é um pão doce, parecido com o brioche, com origem na cultura judaica.

Esta versão fez-me render. O recheio de chocolate é suve e cremoso, a massa é suficientemente fofa e doce e o sabor subtil a laranja faz com que não seja possível comer apenas uma fatia! 😉 Apesar de não ser muito fácil de fazer, pois involve algumas etapas, bastante tempo (quase 1 dia :/), é delicioso e quando se dá a primeira trinca esquece-se todo o trabalho que deu!

IMG_9501IMG_9398

Babka de Chocolate
Ingredientes
Para a massa:
  • 530 g de farinha
  • 100 de açúcar branco granulado
  • 2 c. de chá de fermento de padeiro em pó
  • raspa de 1 laranja (pelo menos, eu usei 4 😉 )
  • 4 ovos médios
  • ½ c. (120 mL) de água + 1 – 2 c. de sopa se necessário
  • ¾ de c. de chá de sal
  • 150 g de manteiga, a temperatura ambiente
Para o recheio:
  • 130 g de chocolate negro
  • 120 g de manteiga
  • 50 g de açucar em pó
  • 30 g de cacau magro em pó
  • ¼ de c. de chá de canela (opcional)
Para a calda:
  • 1/3 de copo de água.
  • 75 g de açúcar granulado
Preparação
Massa:
  1. Num alguidar relativamente grande, juntar a farinha, o açúcar, o fermento de padeiro em pó e a raspa da laranja. Adicionar os ovos e a água e amassar com as varas em espiral da batedeira. A massa deve-se começar a unir a certo ponto (esta etapa pode levar algum tempo). Se a massa não se unir de todo, juntar uma colher de sopa de água de cada vez. A massa ficará sempre seca. De seguida, juntar a manteiga, uma colher de cada vez, batendo até que esteja bem incorporada. Amassar até que a massa fique lisa e suave e que comece a despegar do alguidar. Se necessário, juntar mais uma ou duas colheres de farinha.
  2. Pôr a massa num outro alguidar (mas que tenha volume para a massa duplicar de tamanho), cobrir com película aderente e pôr no frigorífico. A massa deve levedar no frio, por um período mínimo de 12 horas, sendo 18 a 24 o ideal. A massa não cresce muito, por isso é perfeitamente normal que apenas tenha crescido metade do seu volume inicial.
Recheio:
  1. Derreter a manteiga e o chocolate juntos, de forma a obter um creme suave. Juntar o cacau e o açúcar em pó; a mistura deve formar uma pasta que dê para espalhar. Se pretendido, juntar a canela e misturar tudo.
Formar as Babkas:
  1. Forrar o fundo de duas formas rectangulares com manteiga e papel vegetal. Retirar metade da massa que está no frigorífico (deixar a outra no frio). Numa superfície enfarinhada, esticar a massa de modo a formar um rectângulo, um pouco maior que o comprimento da forma. Transferir a massa para uma folha de papel vegetal (para facilitar o passo seguinte). Colocar metade do creme de chocolate em cima da massa e espalhar. Cobrir com um pouco de nozes picadas (ou amêndoa palitada, por exemplo). Com a ajuda do papel vegetal, enrolar o rectângulo, de modo a formar um cilindro. Colocar no frio cerca de 1 hora para que a massa fique mais rija.
  2. Cortar o cilindro ao meio, na horizontal (no sentido do comprimento). Juntar as duas pontas e fazer uma trança. Tranferir a babka para a forma. Esta imagem mostra o processo.
  3. Repetir o processo com a outra metade da massa.
  4. Cobrir as babkas com uma toalha e deixar a repousar (à temperatura ambiente) durante 1 – 2 horas.
  5. Levar ao forno pré-aquecido (a 190 °C), durante 25 a 30 minutos. Para ver se está pronto, espetar um palito, que deve entrar sem resistência e sair sem massa. Se começar a queimar, cobrir com papel de alumínio.
  6. Enquanto as babkas / bolo-rei estão no forno fazer a calda de açúcar. Levar a água com o açúcar ao lume e deixar fervilhar (mexendo sempre) até a calda ficar mais espessa. Remover do lume e deixar arrefecer um pouco.
  7. Assim que o bolo-rei / babkas saem do forno, pincelá-las com a calda. Vai parecer demasiada mas não é! 🙂 Deixar arrefecer 1 a 2 horas na forma, desenformar e colocar por completo até arrefecer por completo.
  8. O bolo rei aguenta alguns dias à temperatura ambiente, mais do que isso pode ser congelado.

 

IMG_9481

Feliz Natal! ❤ ❤

Ana Fernandes

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s