Arroz Doce de Verão (com Compota de Morango e Cereja)

Sempre associei o Arroz Doce ao Inverno. Talvez por ser um doce típico do Natal, talvez por ser precisa paciência para mexer sem parar (que só existe quando está frio lá fora e o arroz ao lume nos aquece o corpo e a alma). Ou talvez pelo cheiro quente a canela que fica no ar.

Mas o Santo António e o São Pedro devem estar de mau humor e pregaram-nos uma partida. Estes dias de Junho parecem saídos do Outono ou do Inverno e a chuva lá fora pede coisas quentes (friorenta que sou, já me passou pela cabeça acender a lareira, nem que fosse só pela imagem e som das brasas a arder). Por isso, nada melhor que fazer Arroz Doce para combater esta nostalgia dos dias frios.

IMG_7625

Como gosto sempre de experimentar coisas novas, resolvi juntar ao tradicional Arroz Doce uma compota de frutos vermelhos. Posso dizer que o resultado superou as minhas expectativas! 🙂 O toque da canela nos morangos e as cerejas torna a compota ainda mais especial e o sumo de laranja e limão no arroz dá um sabor mais interessante. O Arroz Doce fica assim mais colorido e fresco, ideal para os dias quentes de Verão! [Pode ser que chame o arroz alegre o Santo e ele nos traga o Sol e o calor de volta 😉 ]


Ingredientes
  • 100 g de Arroz para arroz doce (ou carolino ou para risotto)
  • 250 mL de água
  • 75 g de margarinaIMG_7640
  • 600 mL de leite (gordo) quente
  • 5 colheres de sopa de açúcar
  • 1 limão (raspa e suma)
  • ½ laranja (sumo)
  • Canela em pó (a gosto)
  • 1 pitada de sal
  • 500 g morangos e cerejas (frescos ou congelados)
  • 50 g de açúcar granulado
  • 50 g de açúcar amarelo
  • Vinho do Porto q.b.
  • Canela q.b.
  • Hortelã (opcional)
Preparação
  1. Leva-se ao lume, num tacho com água, a margarina e o sal. Assim que a margarina derreter, junta-se o arroz, deixa-se fervura e cozer até a água desaparecer, mexendo de vez em quando. Junta-se o sumo de limão e de laranja, bem como canela em pó a gosto. Acrescenta-se o leite quente e deixa-se ferver até o arroz ficar cozido, mas sem ficar desfeito.
  2. Junta-se o açúcar e mexe-se bem, deixando cozer mais 5 minutos. Retira-se do lume.
  3. Dividir o arroz doce pelas taças onde irá servir e deixar arrefecer.
  4. Fazer a compota. Num outro tacho, levam-se ao lume os morangos e as cerejas assim como os açúcares. Quando os açúcares estiverem em calda e a ferver, juntar um pouco de Vinho do Porto. Deixar ferver para que o álcool evapore e para reduzir a compota. Retirar do lume e deixar arrefecer durante 20 minutos (aproximadamente). Para acelerar o processo, colocar no frigorífico.
  5. Por a compota por cima do arroz doce e decorar com hortelã.
Notas:
  • Em caso de utilização de fruta fresca pode ser necessário juntar uma ou duas colheres de sopa de água para dissolver a compota, caso esta fique demasiado grossa.
  • A quantidade de açúcar da compota deve ser ajustada em função do teor de açúcar da própria fruta.
  • Para quem for fã da hortelã, pode juntar uma folhinha à compota (cuidado, pois o seu sabor é muito forte!) .

IMG_7635

[Não, nem este Arroz Doce de Verão pôs o São Pedro de bom humor – o Sol ainda não voltou 😦 ]

Ana Fernandes

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s